segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Ment/ir/al

Ainda presa no próprio início e fim,
não se concebe o meio, a vereda.
A mente não diz verdades,
cria.

Humano,
cão,
inseto,
orgânico.

Rocha,
solo,
ferro,
chão.

Luz,
ângulo,
onda,
reação.

Nenhum comentário: